Praia_do_Camacho_-_João_Melo_-_Agência

A praia do Camacho

Comunidade de pescadores que faz divisa com o município de Laguna, tem seu nome derivado do canal, que liga a lagoa de Garopaba do Sul ao oceano Atlântico, denominado Barra do Camacho.

 

É o balneário de melhor infraestrutura turística de Jaguaruna e o que mais recebe visitantes na temporada, cerca de 80 mil.

 

Sua faixa de areia branca e fina, tem cerca de 2,8 km de comprimento e lugares que passam de 300 metros de largura, formando dunas imensas de até 50 metros de altura. É um dos paraísos do Sandboard.

 

Suas águas cristalinas recebem alguns pinguins perdidos nos caminhos de correntes do atlântico.

O Balneário fica a 15 minutos do Centro de Jaguaruna com acesso pavimentado e 30 minutos do Aeroporto Regional Humberto Bortolluzzi.

FAROL_edited.jpg
JAGUARUNA-CAMACHO-BARRA-SOMBRA3.jpg
Barra_do_Camacho_II_-_Thayus_Domingos_-_
Praia_do_Camacho_-_João_Melo_-_Agência
SAMBAQUI.jpg

Atrativos

Dunas

Por praticamente toda a orla é possível enxergar diversas dunas móveis de areia fina, que chegam a incríveis 50 metros de altura. São ideais para a prática do sandboard.

Barra do Camacho

Ligação natural que desemboca a Lagoa da Garopaba do Sul no mar, a Barra do Camacho tem valor econômico e histórico para o estado. A Barra é fundamental para a pesca do camarão Imaruí, considerado um dos melhores do mundo, que entra na lagoa através do canal para procriar. O lugar também é um recanto de banhistas na alta temporada, que lotam suas águas no verão.

Farol de Santa Marta

Construído por franceses em 1891 com uma liga de areia e óleo de baleia, no alto do cabo de Santa Marta, o farol tem 29 metros de altura, com alcance de 92 km geográficos, sendo um dos maiores do mundo. Cenário paradisíaco a 5 minutos do Camacho.

Sambaqui 

Maior Sítio Arqueológico do mundo, o Sambaqui de Garopaba do Sul é patrimônio histórico tombado pelo Iphan.

 

Lagoa de Garopaba do Sul

É o motor da economia local, baseada na pesca artesanal de camarão. A lagoa também é propícia para esportes náuticos e banhos.

Ilhas da Lagoa

As margens da lagoa de Garopaba do Sul formam imensas ilhas com vegetação nativa e interligadas com a margem. Os locais são habitat natural de lebres, biguás, ratões, gambás, galinhas do mato, gato do mato, lagartos e diversas outras espécies de anfíbios, roedores, insetos e peixes. Lugar ideal para trilhas e acampamentos.

Ilhote - Praia da Cigana 

Formação rochosa que adentra o mar da praia da Cigana e forma um costão de aproximadamente 500 m de orla. Existem algumas trilhas para passear pelas p-edras. Do alto se tem a visão panorâmica da região.

Piscinas Naturais

Ao norte da orla se formam diversas piscinas naturais ideais para pesca e captura de siris e carangueijos.

Casa das Nações

Casa de pedra do séc. XIV, era uma das casas do império brasileiro e abrigava membros da corte que vinham a Laguna. Principalmente aqueles que chegavam de madrugada e precisavam pernoitar para atravessar a Barra do Camacho, que à época tinha mais de 2 km de largura. Dom Pedro II já se pernoitou ali.

Portinho da Barra

Pequena estação portuária com diversas docas para pequenas embarcações. É daqui que saem as bateras e botes para a pescaria na lagoa.

Cross nas dunas

Seja de jipe, bugue,  gaiola, motocicleta ou quadriciclo, o cross é uma das atividades mais radicais praticadas no balneário, que possui uma sequencia de dunas com caídas e alturas variadas, formando um ótimo traçado para a aventura.

Esportes e Lazer

Caminhadas na orla é praticamente uma regra no Camacho. A praia possui quadras de vôlei, futebol e bocha. A faixa de areia larga e extensa favorece a prática de outros esportes como atividades aeróbicas e frescobol. Os esportes náuticos também tem lugar especial neste balneário, na lagoa e na barra é possível praticar canoagem, wind e kite surf, jet-ski e passeios de embarcações. Já as ilhas que se formam na lagoa são o cenário ideal para trilhas e camping. A pesca também tem lugar reservado no mar, na lagoa e nos açudes de pesque-pague.